sábado, 22 de dezembro de 2012

Seminário: RegenerACÃO: Atitudes Transformadoras

Convidamos a todos os amigos de Leopoldina e Região para a o Seminário: RegenerAÇÃO: Atitudes Transformadoras que acontecerá no dia 19 de Janeiro (sábado), das 15 às 19 horas no CEFET. Samuel Gomes, de Belo Horizonte será o expositor. O evento, que é uma prévia da COJEL 2013, está no 3º ano e já teve como expositores Raul Teixeira e Dalva Souza. O seminário receberá além dos inscritos no encontro todo o movimento espírita. Solicitamos doação de 1 KG de alimento em benefício da COJEL, como forma de contribuir com o encontro. 


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Cojel 2013

As canecas acabaram de chegar. A Cojel já está chegando pessoal!!


terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Teatro Cojel 2013

Temos o grande prazer de anunciar que o Grupo Teatral Seiva de Luz estará mais um ano com a gente apresentando uma peça teatral sobre a história e vida da educadora Anália Franco. Para buscar um mundo de regeneração, através de atitudes transformadoras é preciso se espelhar em grandes homens e mulheres que passaram pela Terra, muitos deles anônimos, mas detre eles com certeza está Anália Franco.



Anália Franco

Nascida na cidade de Resende, Estado do Rio de Janeiro, no dia 1º de fevereiro de 1853, e desencarnada em São Paulo, no dia 20 de janeiro de 1919. Seu nome de solteira era Anália Emília Franco.
Após consorciar-se em matrimônio com Francisco Antônio Bastos, seu nome passou a ser Anália Franco Bastos. Tornou-se mais conhecida como Anália Franco.
Com 16 anos de idade entrou num Concurso de Câmara daquela cidade e foi aprovada para exercer o cargo de professora primária. Trabalhou como assistente de sua própria mãe durante algum tempo. Anteriormente a 1875 diplomou-se Normalista, em São Paulo.
Foi após a Lei do Ventre Livre que sua verdadeira vocação se exteriorizou: a vocação literária. Já era por esse tempo notável como literata, jornalista e poetisa, entretanto, chegou ao seu conhecimento que os nascituros de escravas estavam previamente destinados à "Roda" da Santa Casa de Misericórdia. Já perambulavam, mendicantes, pelas estradas e pelas ruas, os negrinhos expulsos das fazendas por impróprios para o trabalho.

Veja mais clicando aqui.